Posts Tagged: sustentabilidade

Desafios do desenvolvimento sustentável da Amazônia

desafios sustentaveis amazonia

O desenvolvimento da região amazônica sempre foi um desafio para todos os agentes envolvidos nesse processo. As próprias características da área – que, no Brasil, equivale a quase 4,2 milhões de quilômetros quadrados e representa o maior entre biomas de um total de nove países – tornam-lhe delicado o crescimento econômico.

A principal questão é a importância da área para o equilíbrio climático em nível global e, portanto, a necessidade de se pensar em alternativas econômicas que estejam aliadas à preservação dessa, que é a maior floresta tropical existente. Este tema baliza, inclusive, investimentos e liberação de financiamentos e crédito para as atividades na região.

Entre os agentes importantes que são desafiados neste processo – tanto para o desenvolvimento da região quanto na conservação da Amazônia brasileira – são os bancos e os agricultores.

Empreendedorismo e Desenvolvimento Agrícola Sustentável

Empreendedorismo sustentavel

O Banco da Amazônia acredita e opera suas ações com atividades sustentáveis, a fim de desenvolver o empreendedorismo de forma consciente, unindo as riquezas naturais e o bem estar da população. O Plano Amazônia Sustentável (PAS) é uma estratégia de promoção do desenvolvimento sustentável da Amazônia, onde o novo modelo tem como base a valorização patrimonial e o suporte em infraestrutura e tecnologia.

Sendo um dos principais agentes catalizadores na região, o Banco da Amazônia atua com negócios sustentáveis apostando e promovendo a Agricultura Familiar, que colabora diretamente para um equilíbrio empresarial sustentável. Apesar da grande importância da Agricultura Familiar para o Brasil, às políticas públicas ainda desfavorecem os pequenos produtores, isso acontece mesmo à agricultura familiar gerar, em média, 38% da receita dos estabelecimentos e empregar aproximadamente 74% de trabalhadores da área agropecuária, segundo o censo Agropecuário de 2006 do IBGE.

As produções agropecuárias realizadas por familiares de pequenos produtores, denominado Agricultura Familiar, corresponde a 24,3% da área total de estabelecimentos rurais no Brasil, segundo a mesma pesquisa do IBGE. Dentre os principais fatores da Agricultura Familiar estão, a segurança alimentar com uma porcentagem menor de agrotóxicos (fato associado à agricultura orgânica); emprega três vezes mais que a Agricultura não Familiar, maior renda e mais famílias com produção de bens e consumo; além de ser uma das principais fontes de produção de alimentos.